Senador Eduardo Amorim denuncia caos na Saúde de Sergipe

  O senador Eduardo Amorim (PSDB-SE) denunciou no Plenário, que o caos que tomou conta do setor de saúde em Sergipe. De acordo com o parlamentar, na semana passada as cirurgias cardíacas foram suspensas no Hospital de Cirurgia, deixando na mão mais de 200 pessoas que aguardavam pelo procedimento. No Hospital de Urgências (HUSE), onde há um mês, segundo ele, houve a farsa da inauguração do Centro de Nefrologia, os funcionários terceirizados paralisaram suas atividades na semana passada, já que não recebem seus salários há dois meses.
  No município de Estância, o Hospital e Maternidade Amparo de Maria, referência na região sul do estado, sofre com a falta de repasse de verba da Secretaria de Estado da Saúde (SES), afirmou o senador. Por causa disso, as cirurgias eletivas estão suspensas há mais de dez meses e, há quase 15 dias não são realizados partos ou cirurgias na instituição. “Essa é a Saúde ofertada pelo atual governo de Sergipe. Falta gestão e conhecimento técnico da área”, disse o senador que é médico.

Nenhum comentário

Football