Donald Trump e Kim Jong-un fazem reunião histórica em Singapura

 O recluso líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, apertaram as mãos às 22h04 (horário de Brasília), desta segunda-feira (11), em um encontro histórico, na ilha de Sentosa, ao sul da Cidade de Singapura. Primeiro, o encontro será apenas entre os dois líderes e os tradutores. 
 O principal objetivo é fazer a Coreia do Norte abandonar suas armas e mísseis nucleares em troca de incentivos econômicos e garantias de segurança dos Estados Unidos.
MAIS CEDO
 Comitivas dos dois países fizeram hoje um encontro prévio em um hotel. O secretário de estado Mike Pompeo acompanha o presidente norte-americano em singapura e adiantou que os Estados Unidos só aceitarão a “completa, verificável e irreversível” desnuclearização da Coreia do Norte.
 Em outras ocasiões, Kim afirmou estar disposto a se comprometer com o desarmamento nuclear, mas ainda há analistas céticos sobre a postura do líder. O encontro de Trump e Kim será o primeiro entre os líderes dos Estados Unidos e da Coreia do Norte, inimigos desde a Guerra da Coreia (1950-1953).
 Na véspera da reunião histórica, Kim Jong-un fez um passeio para conhecer pontos turísticos de singapura. Ele surpreendeu os hóspedes do hotel onde está hospedado ao dar uma caminhada pelas áreas comuns. No domingo, o líder norte-coreano foi recebido pelo primeiro-ministro do país que sedia o encontro histórico, Lee Hsien Loong.

Nenhum comentário

Football