Pesquisa aponta Sergipe com o maior índice de violência do país

 Dados do Ministério da Saúde divulgados nessa terça-feira, 05, colocaram o estado de Sergipe como um dos mais violentos do Brasil. De acordo com o panorama apresentado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), Sergipe tem o maior índice de homicídios do país. O estado aparece com uma taxa de 64,7 homicídios para cada 100 mil habitantes.  A Secretaria de Estado da Segurança Pública de Sergipe disse que a pesquisa está desatualizada.
 Segundo a análise, a taxa de homicídios no Brasil corresponde a 30 vezes a da Europa, e o país soma 553 mil pessoas assassinadas nos últimos dez anos.
 Todos os estados que lideram a taxa de letalidade estão na Região Norte ou no Nordeste. A escala apresentada é para cada  Alagoas 100 mil habitantes: (54,2), Rio Grande do Norte (53,4), Pará (50,8), Amapá (48,7), Pernambuco (47,3) e Bahia (46,9). As maiores variações na taxa foram observadas em São Paulo, onde houve redução de 56,7%, e no Rio Grande do Norte, que registrou aumento de 256,9%.
Controle de Armamento
 Os pesquisadores ressaltam a importância de uma política de controle responsável de armas de fogo para aumentar a segurança de todos. Segundo a pesquisa, entre 1980 e 2016, 910 mil pessoas foram mortas por perfuração de armas de fogo no país. No começo da década de 1980, os homicídios com arma de fogo eram 40% do total e chegou a 71,1% em 2003, quando foi implantado o Estatuto do Desarmamento. A proporção se manteve estável até 2016. O levantamento aponta, ainda, que os estados onde houve maior crescimento da violência letal são os mesmos onde cresceu a vitimização por arma de fogo.
SSP-SE
 A Secretaria de Estado da Segurança Pública de Sergipe (SSP-SE), emitiu uma nota, informando que os dados estão desatualizados e voltou a reafirmar que houve redução mo número de homicídios em Sergipe em 2017. Veja a nota na íntegra:
 Os números divulgados nesta terça-feira, dia 05, pelo Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea), no que se refere aos homicídios dolosos, basicamente são os mesmos já divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública em outubro de 2017.
 Os dados divulgados hoje, oriundos das ocorrências de 2016, foram repassados para o Fórum Brasileiro de Segurança Pública há mais de um ano pelas Secretarias de Estado da Segurança.
 Os números do Atlas 2018 são do Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde, referentes a ocorrências registradas há dois anos, em 2016. Apesar de se basear em números da Saúde, as taxas dos crimes violentos letais intencionais (CVLIs) são similares aos já divulgados pelo Anuário Brasileiro da Segurança Pública, cujos dados são das Secretarias da Segurança Pública.
 O Atlas faz recortes e análises que envolvem números sobre raça, idade e sexo das vítimas, além das intervenções policiais.
 A SSP/SE volta a salientar os dados de redução em 2017, de 14% no estado de Sergipe, um ano depois destes números divulgados hoje pelo Ipea. Estes dados de 2017 serão apenas apresentados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública em novembro, com a divulgação do Anuário Brasileiro da Segurança Pública de 2018.
 As forças de Segurança Pública continuam atuando para baixar as taxas de crimes violentos no estado. Há uma ação planejada nos bairros e cidades com a maior taxa de crimes violentos para uma atuação direcionada da Polícia Militar, Polícia Civil e Força Nacional de Segurança Pública nessas regiões.

Fonte: EBC
Foto: Ne Notícias

Nenhum comentário

Football