Suspeito de matar sargento Borges morre em confronto com a polícia

 Suspeito de envolvimento no assassinato do sargento Marcos Antonio Borges foi morto em confronto com policiais civis e militares em uma operação desencadeada pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) entre a terça-feira, 9, e a madrugada desta quarta-feira, 10, em Itaporanga D´Ajuda. Durante a perseguição, o suspeito teria reagido e disparando tiros contra os policiais. Houve o confronto e o acusado acabou sendo atingido e encaminhado para o Hospital de Itaporanga D´Ajuda, onde faleceu. O corpo do suspeito chegou ao Instituto Médico Legal (IML) às 1h43 da madrugada desta quarta-feira, 10, e permanece sem identificação oficial.
 A morte do suspeito foi confirmada pela equipe da PM5, o setor responsável pela assessoria de comunicação social da Polícia Militar de Sergipe. Pela Polícia Militar, o suspeito foi identificado como Marcelo Henrique dos Santos, conhecido como Cheiradão, e estava sendo investigado pela Polícia Civil.
 O sargento Borges foi morto durante tentativa de assalto ocorrida no dia primeiro de setembro deste ano no bairro Matapuã, em Aracaju. Este é o terceiro suspeito morto, apontados como integrantes do grupo que praticou a ação criminosa contra o sargento. Um deles, Gedson dos Santos, 24, foi baleado durante a troca de tiros com a vítima no momento do assalto à chácara, e o outro, José Lucas Bazi dos Santos, conhecido como Lagamel, foi morto em confronto com a polícia ocorrido no dia 7 de setembro no município de Fátima no Estado da Bahia.
 Um quarto suspeito, um adolescente, se apresentou à Polícia Civil na companhia de advogado e da mãe. As investigações estão sendo conduzidas pela equipe do Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) da Secretaria de Estado da Segurança Pública.
A assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Segurança Pública informou que os policiais realizaram a operação para cumprimento de mandado de prisão expedido pela justiça de Sergipe contra o suspeito. Os detalhes da operação serão esclarecidos em entrevista coletiva que será concedida na quinta-feira, 11, pelo delegado Dernival Eloi, no Cope.

Por Cassia Santana

Nenhum comentário

Football