Governador quebra tradição e nomeia candidato preterido pelo Ministério Público

 Nesta quinta-feira (01), o Governador Belivaldo Chagas nomeou o Dr. Eduardo D’Ávila para chefiar o MP/SE no próximo biênio. A nomeação quebrou a tradição onde o mais votado devia ser nomeado.
 Disputaram a eleição, o promotor de Justiça, Manoel Cabral Machado Neto, que obteve o total de 104 votos, e o procurador de Justiça, Eduardo Barreto d’Ávila Fontes, que obteve 58 votos. Votaram os integrantes do quadro ativo da carreira do MP, mediante voto obrigatório, secreto e plurinominal.
Em Nota, o Dr. Manoel Cabral expressou sua opinião:
Desejo ao Dr. Eduardo bom êxito.
Agradeço a todos pelos votos e apoio.
 Registro minha profunda decepção pelo desrespeito à vontade esmagadora dos membros, já que tivemos praticamente o dobro dos votos do nosso adversário e, na história do MP/SE, sempre foi nomeado o candidato mais votado.
 Lamento ainda que o Procurador-Geral de Justiça Dr. Rony e o Dr. Eduardo tenham abandonado o compromisso histórico de apoiar o mais votado, seja na condição de ex-Presidentes da ASMP, seja na de candidatos que, juntamente comigo, assumiram esse compromisso por escrito.
 A busca de apoios externos para que não prevalecesse a tradição histórica de escolha do mais votado também foi mais uma triste página da história do nosso Ministério Público.
Continuarei agindo de forma transparente e democrática, com respeito à vontade da classe.
Muito obrigado a todos.
Manoel Cabral Machado Neto

Nenhum comentário

Football