Nove pessoas são presas em Sergipe suspeitas de aplicarem golpes em sites de vendas

 Nove pessoas foram presas na madrugada desta terça-feira (6) suspeitas de serem membros de uma associação criminosa responsável por aplicar golpes em um site de vendas. Cerca de 30 policiais atuaram na operação.
 Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública, a associação criminosa agia em vários estados do país plagiando anúncios com o intuito de enganar pessoas que buscavam serviços no site. Geralmente eles mudavam apenas os valores, para atrair a atenção de outros compradores. Então eles enganavam as duas pessoas e faziam com que as vítimas não tocassem no assunto de valores durante o encontro para ver o veículo e ao final o depósito ia para a conta de um deles.
 "Eles atuavam de diversas formas. O golpista se passava como vendedor para um e como comprador para outra pessoa, eles chegavam a ir ao cartório para reconhecer firma, a pessoa via o carro e ficava interessada em fechar negócio. O golpe se dava no momento da transferência do dinheiro, pois eles davam a conta de um deles", contou a delegada Lauana Guedes.
 "O número de vítimas não foi estimado ainda, mas o prejuízo é de mais de 400 mil reais. Através de levantamento que fizeram durante seis meses, quando eu ainda era delegada em Itabaiana, pudemos descobrir essa ação e que eles teriam ramificações em Sergipe e Mato Grosso", explicou a delegada responsável, Lauana Guedes.
 Dos nove presos, sete foram em Itabaiana (SE) e os outros dois em Rondonópolis (SE). O suspeito de chefiar a associação criminosa foi preso com R$ 9.850.
 "Não ficou claro ainda se havia uma divisão efetiva de tarefas, o que havia era uma liderança, responsável por conseguir as primeiras informações para plagiar o anúncio, ele fazia isso de lá do Mato Grosso junto com a mãe. Nesse grupo todos os envolvidos são parentes ou amigos. Quando o golpe era aplicado, eles dividiam o dinheiro ao final", disse a delegada Lauana Guedes.

Nenhum comentário

Football