Soube para 21, o número de municípios que decretaram situação de emergência em Sergipe

 Chegou a 21 o número de municípios que decretaram situação de emergência por conta da seca no estado.
 Os decretos levam em consideração que as chuvas do inverno foram insuficientes para a formação de grande estoque de água. A seca afeta cerca de 234 mil pessoas no estado.
O decreto de situação de emergência para cada município varia entre 90 e 180 dias de validade, mas pode ser prorrogado. E segundo a Defesa Civil, para o segundo semestre a expectativa da meteorologia é de seca.
 A Defesa Civil Estadual intensificou a operação carro-pipa para a distribuição de água nos municípios, que já sofrem os efeitos da seca na agricultura, principalmente na produção de milho e feijão.
 Os 21 municípios com situação já decretada são: Carira, Tobias Barreto, Poço Redondo, Gararu, Monte Alegre de Sergipe, Canindé de São Francisco, Frei Paulo, Ribeirópolis, Nossa Senhora de Lourdes, Itabi, Simão Dias, Poço Verde, Pinhão, Nossa Senhora da Glória, Graccho Cardoso, São Miguel do Aleixo, Feira Nova, Porto da Folha, Moita Bonita, Nossa Senhora Aparecida e Canhoba.
Prejuízos
 A falta de chuva também causou reflexos na agricultura. De acordo com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), a expectativa é de que a produção de milho em Sergipe registre uma queda de aproximadamente 50 % na safra deste ano.
 O prejuízo é equivalente ao valor R$ 78 milhões, além de R$ 204 milhões que deixarão de ser movimentados na economia do estado.



Nenhum comentário

Football