Perícia analisa destroços e detalhes do acidente com aeronave

 Finalizado o trabalho do Corpo de Bombeiros, ainda na tarde deste sábado, 29, foi a vez dos peritos da Polícia Civil e do Instituto Médico Legal (IML) iniciarem o trabalho no local do acidente. A investigação do que pode ter causado a queda de um ultraleve, que culminou na morte do piloto de 56 anos, com nome não revelado, deve ficar a cargo da Força Aérea Brasileira. O piloto era o único tripulante da aeronave e morreu carbonizado. Não houve outras vítimas.
 A aeronave caiu sobre a quadra de uma escola infantil localizada na Travessa Ana Célia, no conjunto Bugio, zona norte de Aracaju. No meio da tarde, a via foi isolada pelos peritos. Eles proibiram a aproximação de populares e imprensa no local do acidente. O IML ainda não havia recolhido o corpo da vítima, carbonizado e localizado em meio aos destroços da aeronave. O delegado plantonista também estava no local, mas disse não ter autorização para dar entrevista.
 Um morador da região que se identificou como Everton, contou que momentos antes do acidente, a aeronave já sobrevoava o conjunto Bugio de forma estranha. “Foram vários minutos para lá e para cá, parecia que ele (piloto) já não tinha muito controle. Voava muito baixo. Quando vimos, já foi a queda”, explica o idoso.
Em vídeos que circulam pelas redes sociais, minutos após o acidente, populares aparecem tentando apagar as chamas da aeronave, na expectativa de salvar o tripulante e evitar uma tragédia maior – já que o acidente ocorreu em área urbana. A ação, no entanto, não houve êxito.
 O ultraleve decolou do Aeroclube de Aracaju, que fica localizado também na zona norte capital, no bairro Santos Dumont. A assessoria de comunicação da SSP encaminhou nota para nossa reportagem no início da noite.
Confira na íntegra:
 A Secretaria da Segurança Pública confirma a queda de aeronave de pequeno porte no conjunto Bugio. Seria um ultraleve, conhecido como Trike, que caiu em via pública por volta de 12h30.
 O Centro Integrado de Operacões em Segurança Pública (Ciosp) acionou Instituto Médico Legal e Criminalística para o local. O piloto morreu no local.
 O centro de controle aéreo da Aeronáutica também foi avisado pelo sobre o acidente.
 O Ciosp recebeu ligações de populares às 12h30 e foram enviadas viaturas do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e GTA.
 A aeronave passou próximo a uma casa e bateu em um muro, momento em que pegou fogo e houve uma explosão. O tipo de aeronave é de pequeno porte. A Polícia confirmou que ninguém da família que estava na casa ficou ferido.
Por Ícaro Novaes


Nenhum comentário

Football