CNN anuncia lançamento de canal Brasil e pode travar guerra com GloboNews na era Bolsonaro

 No ar desde 1996, a GloboNews reina absoluta no segmento de notícias da TV paga. Está sempre entre os canais melhor colocados no ranking de audiência. Chegou a ser o sétimo mais visto no final de 2018.
 Essa posição confortável foi conquistada, sem dúvida, pela qualidade da programação. Mas há outro fator relevante: a falta de um concorrente forte.
 RecordNews, lançada em 2007, e Band News, no ar desde 2005, nunca ameaçaram a liderança de público e influência do canal de notícias do Grupo Globo.
 Agora surge uma nova emissora do gênero com potencial para acirrar a competição pelo público ávido por informações e análises a respeito, principalmente, de política e economia.
 Após 17 anos na Record, Douglas Tavolaro, que era vice-presidente de jornalismo, desligou-se do canal para instalar a CNN Brasil, espécie de franquia da mais poderosa emissora de notícias do planeta, sediada em Atlanta, no estado americano da Geórgia.
 A CNN existe desde 1980. Tornou-se mais conhecida pela cobertura de guerras no Oriente e o time estrelado de repórteres, comentaristas e correspondentes.
 Hoje, é a TV mais odiada pelo presidente dos Estados Unidos Donald Trump. Contrapõe o jornalismo pró-Casa Branca praticado pela rival Fox News.
 A CNN Brasil deverá começar a transmitir ainda este ano. “Nosso objetivo é contribuir com a democratização da informação no País”, afirma o fundador e presidente da construtora MRV, Rubens Menin, responsável pelo investimento milionário da operação.

Nenhum comentário

Football