Segundo acusado pela morte de sargento morre em confronto com a polícia

 A ação policial aconteceu nas primeiras horas da manhã de hoje, 24, em uma residência no município de Barra do Jacuípe/BA. Com autorização da Secretaria da Segurança Pública da Bahia, a COE foi designada para dar apoio à Polícia Civil sergipana e cumprir o mandado de prisão em desfavor de Bruno Bispo Aragão. A casa foi cercada e, no momento da prisão, o infrator reagiu e acabou atingido. Ele foi socorrido e levado ao hospital Menandro de Faria, mas não resistiu. Com ele, foram apreendidos o revólver calibre 38 e munições.
 O infrator, que atuava como traficante e possuía mandado de prisão, fugiu após o crime contra o militar. Ações de inteligência, com o suporte da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol), descobriram que o criminoso estava escondido em um condomínio de luxo, na localidade de Barra do Jacuípe, município de Camaçari, na Bahia.
 O latrocínio que vitimou o sargento da Polícia Militar de Sergipe ocorreu no dia 9 de janeiro deste ano, na cidade sergipana de Itaporanga D’Ajuda. Bruno Bispo 21 anos, aparece na imagem do circuito interno de TV atirando no militar.
 O sargento da reserva Ronaldo Bispo Santos foi morto a tiros no último dia 9, no município de Itaporanga D’Ajuda, durante assalto praticado por dois homens a uma mercearia no povoado Nova Descoberta. Dois rapazes assaltaram a mercearia e mataram o sargento no momento em que o policial descia do veículo que conduzia, na porta do estabelecimento comercial.
 Os dois acusados já estão mortos, ambos atingidos por tiros em confronto com a Polícia. O primeiro localizado, identificado como Walisson Teixeira Rodrigues, 24 anos, foi morto em confronto ocorrido no domingo, 20, no município de Laranjeiras, em Sergipe. A Secretaria de Estado da Segurança Pública analisou as imagens captadas pelas câmeras de segurança instaladas na casa comercial e observaram que os dois utilizaram um Crossfox que ficou estacionado do lado oposto na pista.
 “As investigações foram feitas em conjunto com a DIPOL e setores da Polícia Militar de Sergipe. Contamos ainda com o apoio da Coordenadoria de Operações Especiais – COE da Bahia e da 12a Delegacia de Itapuã que nos auxiliaram na localização do criminoso” Destacou o diretor do COPE, o delegado Dernival Eloi.


Nenhum comentário

Football