Lagartense está entre os mortos do incêndio no CT do Flamengo

 Na manhã desta sexta-feira (8), a família do jogador Athila Souza Paixão, de 14 anos, confirmou que ele é uma das vítimas doincêndio que atingiu o Ninho do Urubu, Centro de Treinamento do Flamengo, em Vargem Grande, no Rio de Janeiro (RJ).
 O pai do atleta disse que foi informado da morte do filho por uma assistente social do Clube de Regatas do Flamengo. Em sua última conversa com o filho, na noite de quinta-feira, Athila disse que estava bem e que nesta sexta-feira iria treinar no Maracanã.
 A última vez que pai e filhos estiveram juntos foi no domingo (3), quando o jovem deixou o estado após alguns dias de férias com a família. "Não caiu a ficha. Quando me despedi dele [no aeroporto, em Aracaju], ainda falei que se ele quisesse ficar não tinha problema, mas respondeu que era o sonho. Era tudo que ele queria", relatou emocionado.
 O sergipano, natural de Lagarto, morava no Povoado Brasília, e integrava o time de base do Flamengo desde março de 2018. No próximo dia 11 de março o jogador completaria 15 anos.
 A família informou que ainda não definiu detalhes sobre o velório e o sepultamento do atleta.
Carreira
 Athila tinha 14 anos e era atacante. Ele começou treinando na escolinha 'Geração Futuro', na cidade de Lagarto e viajou para o Rio de Janeiro para realizar testes no Flamengo no dia 28 de março de 2018.
No dia 9 de abril, ele recebeu a notícia de que foi aprovado nos testes e ficou no clube carioca. O jovem atacante jogou a Copa Zico, em 2018 e se destacou pelos 3 gols marcados.
O incêndio
 As chamas atingiram as instalações onde dormiam jogadores entre 14 e 17 anos que não residiam no Rio. A suspeita é que um curto-circuito em um ar-condicionado foi a causa do incêndio.
De acordo com o Corpo de Bombeiros, o incêndio deixou 10 mortos e três feridos.


Nenhum comentário

Football