Agressão de PMs a Paciente Repercute e Comando Promete Punir Culpados

 Um vídeo que circula nas redes sociais desde o inicio da manhã desta quarta-feira (10) mostrando a agressão de quatro policiais militares a um paciente dentro da recepção do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), em Aracaju, ganhou repercussão e chamou a atenção do comando que promete punir com rigor caso tenha havido excesso por parte dos militares.
 O registro feito por uma pessoa que estava no Huse nessa terça-feira (9) e mostra o momento em que um senhor de 40 anos é abordado pelos três militares. As imagens mostram o momento em que o paciente é agredido com tapas.
 O tumulto teria acontecido porque o paciente queria ser atendido de imediato e teria falado em voz alta dentro da unidade o que fez com que os seguranças acionassem os policiais que chegaram para conter a pessoa que teria chutado a porta do consultório.
 Após o incidente com os policiais militares, o paciente foi atendido, medicado e em seguida liberado para retornar para sua residência.
 Por conta disso, o comando da PM emitiu uma nota onde diz que “vem a público esclarecer que, diante da repercussão das imagens veiculadas por meio da imprensa, onde supostos policiais militares agridem um cidadão nas dependências do Hospital de Urgências de Sergipe (Huse), está adotando todas as providências necessárias à apuração das circunstâncias em que tão lamentável ação aconteceu”.
 A nota diz ainda que “a Corporação deixa claro, que não coaduna com o desvio de função de qualquer um dos seus integrantes e, nesse sentido, comprovada a autenticidade dos fatos, não poupará esforços para identificar e responsabilizar os policiais envolvidos na forma da Lei, com o rigor e a agilidade que a situação requer, garantindo-lhes o direito constitucional ao contraditório e à ampla defesa”.
 Sobre a agressão sofrida pelo paciente, “a Polícia Militar informa ainda, que em casos como esse, é importante que seja registrada uma denúncia na Ouvidoria da PMSE, ou um Boletim de Ocorrência na Delegacia de Polícia Civil, para auxiliar na elucidação dos fatos, com a devida responsabilização dos autores”.
 O comando encerra a nota afirmando que “a Instituição Policial Militar Sergipana enfatiza que somente no ano de 2018 a PM realizou mais de 400 mil abordagens, conseguindo reduzir os índices criminais de maneira expressiva, e que uma ação isolada não reflete o excelente trabalho desenvolvido pela maioria absoluta da nossa tropa”.

Munir Darrage

Nenhum comentário

Football