Mulher sofre aborto após ser agredida a chutes por amigo do ex

 Uma mulher grávida sofreu um aborto involuntário após ser agredida a chutes pelo amigo do ex-companheiro na madrugada da última quarta-feira, 2, na cidade de Canindé de São Francisco. O acusado, Edilton Santos da Silva, de 27 anos, conhecido como "Pescocinho", preso em flagrante por policiais de Canindé e Poço Redondo, vai responder por lesão corporal gravíssima seguida de aborto. 
Segundo a Polícia, o acusado agrediu a gestante com dois chutes em suas costas, durante uma discussão que ela estava tendo com seu ex-companheiro, que é amigo do suspeito. Na ocasião, ainda de acordo com as autoridades policiais, "Pescocinho", incomodado com a briga entre a vítima e o amigo, teria iniciado as agressões contra a mulher, só parando devido ao socorro prestado por populares. 
 Segundo o delegado Fábio Santana, “a proteção estatal em favor das mulheres vítimas de violência deve ser colocada como prioridade, visto o crescimento dessas condutas no meio social. Desta forma, a sociedade terá maior confiança em denunciar os abusos aos quais estão sendo expostos, tendo a certeza de que a resposta coibirá novas práticas”.
 É importante ainda destacar que a sociedade continue colaborando e ligando para o Disque Denúncia da Polícia Civil, por meio do número 181, que é gratuito e sigiloso. O cidadão também pode utilizar o aplicativo para o mesmo objetivo ou comparecer e ligar diretamente nas Delegacias de Canindé de São Francisco (3346-1309), e na Delegacia de Poço Redondo, (3337-1757), passando informações acerca de crimes que ocorreram ou estão acontecendo no município, bem como sobre suspeitos e foragidos.

SSP/SE

Nenhum comentário

Football