MORRE O JORNALISTA PAULO HENRIQUE AMORIM

 Rio - O jornalista Paulo Henrique Amorim, de 77 anos, morreu em sua casa, em Ipanema, na Zona Sul do Rio, na madrugada desta quarta-feira, vítima de um infarto fulminante. De acordo com a TV Record, ele teria tido um mal súbito ao chegar em casa após jantar com amigos.
 O jornalista chegou a ser levado para o Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, mas não resistiu. Paulo Henrique Amorim estava afastado da TV desde o mês passado. Seu último trabalho foi no programa "Domingo Espetacular", da Record.
 Em quase 60 anos de profissão, Paulo Henrique Amorim passou por diversos jornais, revistas e publicou vários livros. Sua estreia na TV foi no jornal "A Noite", em 1961. Ele também passou pela TV Manchete e pela Globo, onde atuou como correspondente internacional em Nova York.
 Paulo Henrique Amorim deixou a Globo em 1996 e foi para a TV Band, onde apresentou o "Jornal da Band" e o programa "Fogo Cruzado". Em 2003, o jornalista foi contratado pela Record, onde apresentou o "Jornal da Record 2ª Edição". Lá, ele também ajudou a criar o programa "Tudo a Ver". Em 2005, assumiu a apresentação do "Domingo Espetacular", onde ficou até junho deste ano. Na Internet, Paulo Henrique Amorim mantinha o site  "Conversa Afiada", onde falava sobre a política nacional.
Paulo Henrique Amorim deixa mulher, a jornalista Geórgia Pinheiro, e uma filha, Maria Amorim.


Nenhum comentário

Football