Contrariando a posição dos sindicatos e de especialistas ligados à área de petróleo e gás em Sergipe, os quais afirmam que os recursos oriundos das descobertas de poços de petróleo deveriam ser aplicados prioritariamente no Fundo de Previdência do Estado, o governador Belivaldo Chagas (PSD) declarou na manhã desta terça-feira, 3, que prefere aplicar, prioritariamente, as verbas para recuperação de rodovias no interior de Sergipe.
  “Particularmente quero que os recursos sejam financeiros, porque temos hoje 450 km de rodovias em péssimas condições de trafegabilidade e preciso de R$ 400 milhões para reformá-las. O restante, claro, utilizaríamos para pagamento da folha de pensionistas e aposentados, que tem um deficit de R$ 100 milhões de reais ao mês”, detalhou o governador.
 A declaração do governador ocorreu durante visita às obras de infraestrutura da Escola Atheneu Sergipense e acontece um dia após a realização do seminário intitulado “Descobertas do Petróleo e Gás em Sergipe, os impactos para a economia do estado e a política de capitalização do Fundo de Previdência Estadual”, organizado pelo Sindicato dos Petroleiros de Sergipe e da Bahia (Sindipetro). Ele, porém, afirma entender que o assunto é de responsabilidade do Governo Federal e diz que aguardará a discussão que se dará no Congresso.
 “Eu não posso estipular o que deve ser feito com o petróleo. Com a possibilidade de liberação de recursos, por conta da assinatura em leilão previsto para o mês de novembro, o Congresso Nacional discutirá a possibilidade dos recursos que forem repassados para o estado sejam carimbados para a aplicação em investimentos de infraestrutura e uma parte para o pagamento da folha de aposentados e pensionistas.”, pontuou Belivaldo.

Por Daniel Rezende

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano