O presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) , João Carlos de Jesus Corrêa, deve ser demitido, assim como os outros cinco diretores do órgão. A decisão foi tomada nesta segunda-feira durante reunião entre o presidente Jair Bolsonaro e a ministra da Agricultura, Tereza Cristina . Côrrea, que é general de divisão do Exército, está no cargo desde fevereiro.
 Também participaram da reunião com Bolsonaro o secretário especial de Assuntos Fundiários do ministério, Luiz Antônio Nabhan Garcia e os ministros da Economia (Paulo Guedes), da Secretaria-Geral (Jorge Oliveira) e da Controladoria-Geral da União (Wagner Rosário). O porta-voz da  Presidência, Otávio Rêgo Barros, disse que o Incra foi discutido na reunião, mas não confirmou a  demissão. A exoneração também não é confirmada pelo ministério. 
 PS: Bolsonaro foi expulso do Exército — penalidade que ele reverteu no Superior Tribunal Militar — e parece sentir prazer em dar um pé da bunda dos generais.


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano