Uma sergipana natural do município de Boquim foi vítima de assassinato no estado de São Paulo. Samilly Santos, de 26 anos, grávida, trabalhava como garçonete na capital paulista e foi encontrada morta nesta segunda-feira (21) numa área de mata da Grande São Paulo.
 Samilly Santos desapareceu no dia 3 de outubro e a família denunciou o sumiço da moça no dia 6 de outubro.
 Na ocasião do desaparecimento, o companheiro da vítima, Isaías, disse à polícia paulista, que teria sido a última pessoa a ver Samilly e, segundo ele, a jovem teria saído de casa sem dizer para onde ia e sumiu. Os dois tinham um relacionamento conturbado.
 Entretanto, ontem, Isaías se entregou à polícia e confessou o assassinato, informando o local tinha onde tinha se livrado do corpo de Samilly. Ainda no depoimento, segundo informações, ele afirmou que sentiu ciúmes ao ouvir a companheira falar do ex-namorado, que ele desconfiava ser o pai da criança.
 O caso ganhou grande repercussão na mídia nacional, inclusive o programa Cidade Alerta da Rede Record, repercutiu o caso diariamente.
Naturalidade
 Samilly era natural do bairro Miguel dos Anjos em Boquim, tinha dois filhos que residiam com a avó no município, e mudou-se para São Paulo há quatro anos atrás para trabalhar ao lado um irmão e uma prima. Samilly visitava familiares em Sergipe todos os anos.

Lagarto Notícias 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano