A equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o duplo assassinato que vitimou Edivânia Santos de Oliveira, 25, e um homem, identificado apenas pelo prenome de João, que seria o companheiro dela. O casal foi executado por volta das 21h de ontem (4), no interior do imóvel onde residia na rua 8 de Janeiro no bairro Palestina, em Nossa Senhora do Socorro.
 De acordo com levantamentos realizados pela polícia, o casal seria oriundo da cidade baiana de Alagoinhas e estava morando no loteamento há pouco mais de oito meses. Apesar de temerosos, em conversa com policiais, moradores da localidade levantaram a possibilidade das vítimas terem envolvimento com drogas e que os homicídios podem ter relação com alguma facção criminosa. Além disso, o homem seria um ex-presidiário.
 A informação é que no final da noite desta segunda-feira, o casal estava na sala do imóvel, sentado no sofá, quando foi surpreendido por dois desconhecidos. Sem oferecer chances de defesa, os criminosos efetuaram vários disparos, contra as vítimas, que tiveram mortes instantâneas. Após a execução, os desconhecidos fugiram tomando rumo ignorado.
 O ocorrido foi comunicado ao Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) e a equipe da Força Tática do 1ª Companhia Integrada da Polícia Militar (CIPM) se deslocou até a rua 8 de Janeiro, realizando o isolamento da área até a chegada dos peritos da Criminalística e do Instituto Médico Legal (IML). Após a perícia, os corpos foram removidos para serem necropsiados na capital.

Da redação, AJN1

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano