Entre janeiro e outubro deste ano os oito deputados federais sergipanos gastaram quase R$ 2.6 milhões com a chamada cota parlamentar. O recurso é legal, controlado pela Câmara dos Deputados e serve para custear a atividade dos parlamentares.
 O deputado Fábio Reis (MDB) lidera a lista como o parlamentar que mais usou a cota tendo gasto R$ 396.621,65. Este valor ainda não consta com todos os gastos do mês de outubro. Fevereiro foi o mês em que o deputado apresentou mais despesas tendo gasto R$ 51.845,85 . Fábio reis que é coordenador da bancada sergipana e vice-líder do MDB na Câmara.
 Na sequencia estão os deputados João Daniel (PT) R$ 384.682,69, Fábio Mitidieri (PSD) R$ 346.396,02, Fábio Henrique (PDT) R$ 323.884,28, Gustinho Ribeiro (SD) R$ 307.090,18, Laércio Oliveira (PP) R$ 285.326,34 e Bosco Costa (PL) R$ 280.219,08.
 Valdevan Noventa (PSC) foi o parlamentar que menos usou a cota parlamentar, R$ 272.463,16. O deputado porém, é o que mais despesas apresentou em um único mês, esse recorde foi alcançado em março quando o social-cristão apresentou despesas na ordem de R$ 69.073,24, tendo contratado uma consultoria no valor de R$ 29.500,00.
 Entre as despesas que compõem a cota parlamentar estão passagens aéreas, aluguel de veículos, aluguel de imóveis, contratação de consultoria, combustível, divulgação do mandato, entre outras.






Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano