As ossadas encontradas em sacos plásticos na manhã da última terça-feira, 19, em um terreno baldio na Avenida Rio de Janeiro, ao lado do Detran, teriam sido furtadas por alunos de uma instituição de ensino.
 A informação é de uma fonte que preferiu o anonimato. Segundo ela, estudantes teriam subtraído as ossadas para fins de estudo e, após a diretoria da instituição sentir a falta do material, os alunos teriam descartado por medo de serem descobertos.
 Pela forma como foram encontrados, a Odontologia Forense do Instituto Médico Legal não teve dúvida de que se tratava de ossos destinados a estudos em instituições de ensino. Casos como este, atrapalham o andamento dos trabalhos da perícia criminal oficial do Estado, que, atualmente, já carece de quadro funcional amplo.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano