A Polícia Civil quer saber quem é a mãe e quem abandonou um bebê recém-nascido às margens do rio São Francisco, no Povoado Borda da Mata, no município de Canhoba (SE). O bebê foi encontrado por um morador da localidade na madrugada desta terça-feira (26).
 Marcondes dos Santos disse que primeiro ouviu o som de um motor, mas não soube distinguir se era de barco ou de uma motocicleta, em seguida ouviu um choro de criança. Como o choro não passava, ele decidiu ir olhar e se surpreendeu ao perceber a recém-nascida no chão. "A bichinha estava lá, deitada no chão, só com um paninho", disse.
 O caso foi comunicado ao Conselho Tutelar do município, que encaminhou a criança para o Hospital Regional de Propriá, onde recebeu cuidados médicos. Depois o bebê foi levado para um abrigo em Nossa Senhora de Lourdes.
 De acordo com o delegado de Canhoba, Paulo José Barbosa da Silva, a recém-nascida estava enrolada em um pano branco, e ainda estava com um clipe usado em maternidades para fechar o cordão umbilical.  "O que indica que a criança nasceu em uma maternidade e não foi um parto em residência, através de parteira. Com isso pode ser mais fácil para saber quem praticou esse crime de abandono de incapaz", explica.
 O delegado disse ainda que foi registrado um boletim de ocorrências e iniciada a oitiva de testemunhas.  
 Quem tiver alguma informação que possa ajudar nas investigações pode entrar em contato com Polícia Civil através do telefone 181. Não é preciso se identificar.
            

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano