A TIM terminará o ano de 2019 ultrapassando a casa de 2 mil cidades no Brasil cobertas com 4G em 700 MHz: a frequência foi liberada em todo o Brasil após o desligamento da TV analógica e oferece sinal mais forte em ambientes internos como prédios e elevadores. A operadora tem o maior número de municípios com 4G no país, à frente da Vivo, Claro e Oi.
TIM: 4G de 700 MHz tem alcance quatro vezes maior
 Além de 700 MHz (banda 28), a TIM tem 4G em 850 MHz (banda 5), 1.800 MHz (banda 3), 2.100 MHz (banda 1) e 2.600 MHz (banda 7). As frequências mais baixas são importantes por permitirem maior penetração de sinal.
 Assim, menos antenas são necessárias para atingir áreas maiores; ao mesmo tempo, o 4G de 700 MHz é atrativo mesmo em ambientes urbanos, permitindo cobertura em ambientes internos como prédios, estacionamentos, shoppings e elevadores. A TIM diz que a frequência de 700 MHz permite alcance quatro vezes maior que os tradicionais 2.600 MHz.
 Ainda assim, há desvantagens no 700 MHz: as menores bandas também possuem menor capacidade de tráfego, com velocidades inferiores comparado com frequências mais altas. Por esse motivo, é inteligente usar o 4G em mais de uma banda, principalmente em locais com maior concentração de pessoas.
 Para usar o 4G em 700 MHz, é necessário ter um aparelho compatível com a banda 28. A TIM diz que todos os aparelhos comercializados por ela estão aptos para a tecnologia; alguns iPhones comprados no exterior podem ficar sem acesso à frequência.
 A operadora pretende atingir mais de 95% da população brasileira com a frequência de 700 MHz no ano de 2020. No total, a TIM é líder em cobertura 4G no Brasil, com 3.416 municípios, seguida por Vivo (3.204), Claro (2.729) e Oi (950).

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem