Nesta sexta-feira (27), uma família perdeu a oportunidade de ver o seu bebê nascer mediante a falta de médico obstetra e cirurgião geral na Maternidade São Vicente de Paula, localizada na cidade ribeirinha de Propriá.
 Segundo o blogueiro e funcionário da maternidade, Thiago Reis, durante entrevista ao radialista Aelson Santos [durante a realização do programa “Propriá em Debate” na rádio Xodó 102, 9 fm], tudo aconteceu quando uma gestante chegou a unidade no período da manhã em trabalho de parto (já com 10 centímetro de dilatação).
 “O bebê não teve chance de lutar pela vida devido à falta desses profissionais”, destacou. Ainda na entrevista, o blogueiro revelou que o obstetra encontra-se de férias e, não foi promovida a sua substituição interinamente. Além, claro, de ausência do cumprimento da jornada de trabalho do cirurgião geral. “Enquanto cidadão propriaense, não irei me calar diante do que vem acontecendo com a Maternidade”, ressaltou.
 Em parte da entrevista, Thiago lamentou que, infelizmente, as suas críticas são levadas para o lado político. “Tem sido recorrente a equipe de enfermagem ficar com a responsabilidade de prestar assistência, apesar da qualificação dos profissionais”, enfatizou.
 Na ocasião, foi necessário ida a unidade de um médico do programa de saúde da família do município (PSF) para realizar atendimento. Ao término da entrevista, Thiago denunciou que a escala médica não é disponível na recepção da maternidade.

Com informações do programa “Propriá em Debate”

Por Elder Santos

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano