O número de ocorrências registradas pelos atendentes do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), até 12h30 deste domingo, 22, já chega a 1.598. Vinculado à Secretaria da Segurança Pública (SSP), o Ciosp já identificou que 498 pessoas responderão na Justiça por descumprir o que determina o decreto de lei que manda fechar estabelecimentos comerciais, a exemplo de bares e restaurantes.
 Segundo o tenente-coronel Eduardo Brandão, diretor do Ciosp, os números aumentaram consideravelmente desde a primeira parcial divulgada no final da tarde do sábado (21). No domingo, a Polícia Militar continua recebendo diversos chamados em decorrência de pessoas que insistem em abrir estabelecimentos comerciais ou que se aglomeram em locais públicos.
 Na região das praias, muitos chegam de bicicletas, carros e ônibus. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros orientam os banhistas a deixarem a área e evitar aglomerações. Na zona norte, uma festa para quase 50 pessoas estava sendo conclamada em redes sociais, na Praça do Porto Dantas. As equipes da PM foram para o local e avisaram que estava proibida a aglomeração de pessoas, com som alto e consumo de bebidas alcoólicas. 
 Alguns estabelecimentos foram fechados pelo menos duas vezes em Aracaju e cidades do interior, a exemplo de Itabaiana. As autoridades de saúde reforçam a necessidade de que as pessoas se recolham e evitem circulação em vias públicas. O tenente-coronel Eduardo Brandão explica que o artigo 268 do Código Penal define que “infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa” e prevê detenção.
 Vale lembrar que as forças de segurança pública estão à disposição pelos números 190 do Ciosp, o Disque Denúncia 181 da Polícia Civil e o 156 (Prefeitura de Aracaju). O atendimento acontece 24 horas.

||Fonte e foto: SSP



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano