A CNN Brasil foi oficialmente lançada nesta segunda, dia 9, em São Paulo, em um grande evento em que foi apresentada a grade do novo canal, com a participação dos principais âncoras e jornalistas. A CNN Brasil estreia dia 15 de março, primeiro pelas plataformas digitais, às 18:00, e depois na TV paga, a partir das 20:00. Comenta-se sobre a possibilidade de uma parceria com alguma emissora aberta, mas nada foi anunciado no lançamento. 
 Destaque-se que a CNN Brasil anunciou uma grade de telejornais brasileiros que ocupa toda a programação da manhã até o início da madrugada. A partir das 23:00 começam a ser exibidos conteúdos da CNN internacional e também programas da BBC. Para a operação brasileira há 450 profissionais, sendo 160 apenas no jornalismo.
Digital em destaque
 A cerimônia de abertura, um grande destaque foi dado às plataformas digitais, que incluem app com os conteúdos em áudio (podcasts), texto e programas em vídeo exclusivos para a plataforma, além do portal com todo o conteúdo de todas as plataformas.
 Também foi dado grande destaque aos patrocinadores, especialmente Santander e Cielo, cujos CEOs foram chamados a falar sobre suas expectativas para o canal.
 A distribuição em TV paga foi destacada com a unificação do canal nas principais plataformas (canal 577), mas nenhum operador foi chamado a falar sobre o lançamento. José Félix, presidente da Claro Brasil, era o principal executivo do mercado de telecomunicações presente.
Apoio da AT&T
 Durante a solenidade, foram exibidas mensagens gravadas do CEO da AT&T mundial, Randall Stephenson, que ressaltou a importância do mercado brasileiro e disse que o "Brasil é um mercado importante, que parece estar está evoluindo na direção correta e que as regras começam a ficar mais claras". A AT&T conseguiu, recentemente, a sinalização positiva da Anatel sobre a compra da WarnerMedia, controladora direta da CNN. Destaque-se que o grupo norte-americano não é acionista da CNN Brasil. A CNN Internacional tem apenas um contrato de licenciamento de marca com controle sobre alguns dos aspectos relacionados ao uso de marca e padrão de qualidade com a CNN Brasil, além da troca de conteúdos e compartilhamento de tecnologias. O presidente da CNN nos EUA, Jeff Zucker, também declarou em mensagem gravada que o Brasil terá uma das maiores afiliadas da CNN no mundo e que nunca houve um momento tão importante para a notícia.
 Douglas Tavolaro, CEO e acionista responsável pelo desenvolvimento do projeto da CNN Brasil, agradeceu em sua mensagem de abertura o apoio dos patrocinadores e das empresas de distribuição do canal e pontuou que será um canal com um alcance inicial de 60 milhões de pessoas. Ele ressaltou em diversos momentos o exemplo da CNN internacional, que este ano completa 40 anos, e disse ter em Ted Turner, fundador da CNN, um exemplo. Tavolaro também reiterou o que tem dito sobre a linha editorial do canal: "Não seremos um canal de direita nem de esquerda. Seremos transparentes e plurais, com isenção e equilíbrio", afirmou.
Mensagem política
 O principal investidor e acionista da CNN Brasil, Rubens Menin, presidente do conselho da emissora e do grupo MRV, disse ter ficado convencido do projeto desde que foi apresentado a ele há dois anos e ter conhecido as instalações da CNN nos EUA, em Atlanta. Para Menin, o jornalismo da CNN pode ajudar o Brasil na promoção da educação e da informação, necessários à competitividade e ao desenvolvimento econômico do país; retenção de talentos e mão-de-obra qualificada no país; e promoção de ações positivas como projetos de filantropia.
 "Imprensa e educação fazem parte do mesmo universo. A imprensa prepara o terreno da semente da educação", disse. Coube a Menin também dar uma mensagem política: "Em 2013 houve uma mensagem das ruas. A política hoje já é muito melhor. Ainda pode evoluir, mas o nível da política está melhorando e contamos com vocês", disse o presidente do conselho da emissora, dirigindo-se às autoridades presentes.
 O evento mostrou prestígio político da CNN Brasil. Estavam presentes à solenidade o vice-presidente e presidente em exercício, Hamilton Mourão; os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia; Senado, Davi Alcolumbre; e Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli; e ainda governadores como os de São Paulo, João Dória; Rio de Janeiro, Wilson Witzel; e Minas Gerais, Romeu Zema; além de Senadores e Deputados.

Com informações,TELA VIVA

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano