Os clubes de futebol que vão disputar as série C e D do Brasileirão deste ano e as séries A1 e A2 do Brasileiro de futebol feminino, vão receber um auxílio financeiro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a partir desta terça-feira, 7. A entidade máxima do futebol anunciou, em seu site, que vai realizar um aporte de R$ 19 milhões – montante que será distribuído entre 140 clubes. Entre os clubes sergipanos, Frei Paulistano e Itabaiana, classificados para Série D, terão direito ao auxílio.
 Conforme os critérios estabelecidos pela CBF os valores doados aos clubes serão suficientes para arcar com pelo menos dois meses da folha salarial de atletas. Desta forma, os 68 clubes da Série D terão um aporte de R$ 120 mil; os 20 clubes da Série C, receberão R$ 200 mil; para os 16 clubes da Série A1 do Brasileiro Feminino o auxílio será de R$ 120 mil; e na A2 do Feminino, R$ 50 mil para cada um dos 36 clubes. As Federações Estaduais também receberão uma ajuda de R$ 120 mil cada.
 O anúncio da CBF atende, em partes, a solicitação de cerca de 150 clubes que assinaram carta solicitando apoio financeiro da CBF, em função da paralisação do futebol, provocada pela pandemia do coronavírus. Clubes que não disputam campeonatos organizados pela entidade nacional não estão credenciados para receber a ajuda.
Outras medidas
 No final da semana passada a CBF já havia comunicado aos clubes a suspensão das taxas por registros e movimentações em contratos de atletas, o que já deve diminuir os custos dos clubes.
 Para as equipes da Série B do Brasileirão, a CBF informou que antecipou para os 20 times R$ 600 mil dos direitos de transmissão da competição. O adiantamento foi feito com recursos próprios da CBF. A medida beneficiou o Confiança, equipe sergipana que vai disputar a divisão.
Por Ícaro Novaes


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem