Cristina Martins dos Santos, de 31 anos, foi presa nesta segunda-feira (13) pela Polícia Civil de Tobias Barreto, Centro Sul de Sergipe. Ela é acusada de orquestrar a morte do marido, Josivan de Jesus Silva, conhecido como "Nego", 39, para receber a pensão. O amante dela, Sábio Alexandre de Matos, 31, também está preso e confessou o crime.
 Josivan foi encontrado morto às margens de um tanque nas proximidades do povoado Barriga, na zona rural do município, no dia 24 de março. A princípio a suspeita foi de que Josivan teria morrido afogado, mas familiares não acreditavam nessa hipótese e acionaram a polícia.
 As investigações foram conduzidas pelo delegado do município, Fábio Alan, que depois de ouvir os familiares e testemunhas, soube que Cristina morava com Josivan e tinha um relacionamento com Sábio.
 Diante das evidências, o delegado pediu a prisão temporária dos dois como principais suspeitos da morte de Josivan.
 Em seu depoimento, Sábio confessou e detalhou o crime. Segundo a polícia, Cristina teria junto com Sábio, articulado a morte do marido com quem tinha um filho de 11 anos. No dia do crime, os três beberam juntos e quando Josivan estava embriagado, Sábio iniciou uma luta corporal com ele no fundo da residência e o matou pressionando a cabeça dele dentro de um tanque.
 "Cristiane e Sábio embebedaram a vítima de forma preordenada, para que ela não conseguisse resistir à agressão. Quando ela estava embriagada, Sábio a puxou da casa e tentou afogá-la em um tanque que ficava atrás da casa. A vítima ainda tentou reagir, mas não tinha resistência a acabou sendo afogada", relata o delegado.
 Para despistar vizinhos e a própria polícia, Sábio amarrou o corpo de Josivan em uma motocicleta e jogou em um outro tanque, onde foi encontrado no dia seguinte por moradores.  O delegado informou ainda, que no depoimento de Sábio, ele relata que Cristina almejava a pensão que iria receber com a morte do marido.

F5



Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano