Um fato registrado na tarde desta quarta-feira (15) revoltou os atendentes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que estão com um corpo na viatura e não tem onde deixar.
 As informações passadas por uma técnica de enfermagem são de que uma ambulância foi acionada para prestar socorro a um homem de 72 anos, no Bairro Castelo Branco em Aracaju, porém ao chegar na residência, foram feitos os primeiros socorros, já que o idoso apresentava problemas respiratórios e febre, porém ele não resistiu e morreu a caminho do Hospital Nestor Piva.
 Segundo ela, devido a suspeita do covid-19, no Nestor Piva foram informados que não poderiam atender casos de suspeita de coronavírus. A mesma coisa aconteceu no Fernando Franco, já que a morte teria como causa o covid-19.
 Revoltada, a técnica desabafa e diz que “nós ainda não almoçamos e agora fomos informados que não tem onde deixar o corpo que continua aqui na ambulância. Não estavam dizendo que estava tudo preparado para atender casos do covid-19″, questionou a técnica de enfermagem.
 Por volta das 16:45h, a técnica que passou a informação disse que a equipe tinha recebido ordem para se deslocar para o Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), onde o corpo do idoso foi deixado.
Munir Darrage

Matéria atualizada às 17:45h para correção de informações




Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano