O futebol brasileiro parou em maio por conta da pandemia do coronavírus. De lá até agora, o Premiere, serviço de pay-per-view esportivo do Grupo Globo, perdeu mais de 400 mil assinantes. Segundo o UOL Esporte, o prejuízo mensal mínimo com o cenário já se aproxima da casa dos R$ 32 milhões.
 Com a baixa, a base oficial de assinantes está abaixo de 1,5 milhão pela primeira vez desde o "boom" da TV paga no Brasil, no início da década de 2010. Os números são referentes à atualização do último dia 2 de junho.
 Em síntese, cerca de 29 mil contratos foram suspensos por dia desde o início da pandemia em todas as plataformas - seja diretamente, por meio do Premiere Play, ou com intermédio de operadoras de TVs por assinatura, que representam o grosso desses contratos.
 A baixa não é uma derrota apenas para a emissora, já que a verba reduzida significa repasses menores à grande maioria dos grandes clubes da elite do Campeonato Brasileiro.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano