Um estudo científico aponta que o Brasil chegará no pico da contaminação do coronavírus no dia 6 de julho. Segundo a plataforma de dados do setor de saúde Funcional Health Tech, a previsão foi com base em um modelo matemático utilizado nas principais epidemias vividas no mundo nos últimos 100 anos. A projeção revela que o país terá 1.7 milhão de infectados ativos, excluindo casos de pessoas recuperadas ou que foram a óbito.

 Ainda de acordo com a pesquisa, foi desenhado como a curva está evoluindo em cada estado e onde ela chegará ao seu ápice. A diretora-executiva da plataforma, Raquel Marimon, ressalta a importância de saber como acontecerá a evolução do vírus no Brasil, assim como o número de pessoas infectadas em julho. Ainda segundo a pesquisadora, depois da primeira quinzena, começará a cair o número de pessoas contaminadas com o novo coronavírus no país.

 A pesquisa também indica as datas de pico em cada uma das regiões apontadas, como, por exemplo, os estados do Norte, com Sergipe, são os que apresentam os piores cenários, tendo em vista o alto porcentual da população infectada.

 Para o desenvolvimento desse estudo, foram necessárias informações acerca dos novos casos, mortes e curados por dia, além da quantidade total da população, em cada localidade de interesse. 
           

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano