Uma mulher foi assassinada na manhã desta terça-feira (25), no municipio de Canindé de São Francisco, Alto Sertão sergipano. Maria Irabeu Guedes, conhecida como Bebé, tinha 51 anos e foi morta a facadas supostamente por um vizinho, às margens da Rodovia SE-230. O suspeito de praticar o crime está foragido.

 A vítima atuava como liderança comunitária do Assentamento Modelo, no município. De acordo com delegado Néviton Rodrigues, a polícia já tinha registros de desentendimentos entre os vizinhos, havia também histórico de ameaça por parte do suposto autor.

 Ainda segundo a polícia, as investigações já foram iniciadas e buscas estão em andamento para localizar o suspeito do crime. Quem tiver alguma informação que possa contribuir com o trabalho da polícia deve ligar para o Disque-Denúncia pelo número 181. O sigilo será mantido.

 O Centro Dom José Brandão de Castro (CDJBC), do qual Bebé fazia parte, divulgou nota de solidariedade à família dela e de repúdio ao crime que chocou os moradores do município. O CDJBC cobra justiça e a responsabilização do autor.

 "Manifestamos nosso pesar e nossa solidariedade a todos os familiares e amigos da companheira e repudiamos veementemente este crime bárbaro, que ao ceifar a vida de Bebé, tentou calar a voz de uma mulher engajada, prestativa, de luta, liderança comunitária do Assentamento Modelo e do sertão sergipano. Este crime de feminicídio não pode ficar impune. A responsabilização do autor do crime não devolverá a voz da companheira, mas nós que permanecemos neste plano não deixaremos sua voz calar. Enquanto uma mulher for vítima de violência, enquanto um/a agricultor/a não tiver terra para plantar e enquanto um trabalhador/a tiver seus direitos violados, o CDJBC defenderá as bandeiras de luta que Bebé sempre defendeu". 

Edição de texto: Monica Pinto

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano