Na manhã desta segunda-feira, 21, o presidente da Assembleia Legislativa (Alese), deputado Luciano Bispo (MDB), e a deputada Janier Mota (PL) entregaram o Título de Cidadão Sergipano ao bispo de Estância, o italiano Dom Giovanni Crippa.

 No discurso, o homenageado relembrou a Emancipação Política de Sergipe do estado da Bahia. “É grande a minha alegria em receber esse Título de Cidadania Sergipana no momento em que Sergipe comemora os seus 200 anos de Emancipação Política e de uma caminhada difícil, porém, marcada por uma contribuição cultural, econômica e religiosa que este pequeno grande estado dá ao Brasil”, afirma.

 D. Giovanni falou sobre um dos principais problemas enfrentados pela população sergipana. “Temos ainda muitos problemas a enfrentar, sendo um dos principais, a questão do saneamento ambiental visto que grande parte da população (aproximadamente 40%) não possui esse serviço aumentando o número de mortalidade infantil. Eis um grande desafio de todos nós”, entende.

 “Agradeço a generosidade de agora eu ser considerado oficialmente filho desta terra amada e a confiança em mim depositada e sinto-me feliz e cheio de gratidão porque o Título que recebo concede-me a honra de ser formalmente o que desde 2014, com a minha nomeação como bispo de Estância, me considero de fato um cidadão sergipano. A cordialidade que aqui encontrei e as amizades sinceras que conquistei, me fizeram adotar Sergipe como a minha própria terra”, complementa enfatizando as responsabilidades para exercer a cidadania com mais dedicação.

 “Sergipe haverá com certeza de trilhar o caminho da paz, da democracia, da segurança e da prosperidade que o seu povo tanto merece. Muito obrigado e que Deus abençoe a todos”, finaliza o discurso.

Biografia

 Giovanni Crippa nasceu na cidade italiana de Milão, em 6 de outubro de 1958. Professou os votos perpétuos no dia 13 de setembro de 1981 no Instituto da Consolata e foi ordenado presbítero no dia 14 de setembro de 1985. É doutor em História da Igreja pela Pontifícia Universidade Gregoriana.

 Viveu seus primeiros anos de sacerdócio na Itália, onde foi Animador Missionário e Vocacional, professor na Faculdade de Missiologia da Pontifícia Universidade Urbaniana e membro da Equipe de Coordenação do Departamento Histórico do Instituto da Consolata.

 Veio para o Brasil em 2001 e morou na cidade baiana de Feira de Santana, onde se tornou vigário da Paróquia Santíssima Trindade, tornando-se pároco em 2004.

 Foi professor da Faculdade Católica, diretor espiritual do Seminário Santana Mestra, membro do Conselho Presbiteral, Conselheiro Provincial do Instituto da Consolata e Conselheiro Espiritual das Equipes de Nossa Senhora e do Encontro de Casais com Cristo. Atualmente é bispo da Diocese de Estância.

AJN

 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano