Uma pesquisa de opinião pública planejada e executada pelo Instituto Alvo na cidade de Tobias Barreto, sobre a sucessão deste município, aponta o prefeito Diógenes Almeida, MDB, em excelentes condições de avaliado, desde como gestor, passando pela sondagem sobre as chances de se reeleger no dia 15 de novembro, até a baixa taxa de rejeição perante os tobienses.

 De acordo com os dados aferidos pelo Instituto Alvo nos últimos dias 23 e 24 de setembro de 2020, Diógenes Almeida seria um candidato vencedor da eleição dali logo num primeiro turno, se houvesse um segundo tunro numa cidade como Tobias Barreto.

 Sozinho, na modalidade questionário espontâneo, Diógenes Almeida bota uma folgada frente de 22,5 pontos percentuais sobre o concorrente Dilson de Agripino, Cidadania, deputado estadual, ex-prefeito da cidade por dois mandatos e a liderança mais vistosa da oposição no lugar.

 Aqui, Diógenes tem 48% das intenções de votos dos tobienses e Dilson, apenas 25,5%. Nesta modalidade, o candidato Magno Araújo , PV, tem 3%, e o candidato Disnei Viana, do PP, 2%.  Juntando os três concorrentes, a soma das intenções de votos deles é de 30,50% - o que deixa o candidato Diógenes Almeida com uma vantagem de 17,50% sobre o bloco inteiro.

 Na espontânea, ainda é de 9,75% o quantitativo de tobienses indecisos sobre em quem votar para prefeito neste ano. Há outros 7,50% que disseram não saber opinar e nem responder a esta questão, e 4% dispostos a anular o voto. Ao todo, eles simbolizam 21,25% do eleitorado da cidade, e 0,25% disse que votaria num tal de Barbudinho.

ESTIMULADA

 A boa performance político-eleitoral do agente público Diógenes Almeida continua quando o questionário é o estimulado - aquele em que o entrevistado do Instituto Alvo recebe a relação dos nomes dos candidatos e lhe é perguntado em qual deles votaria.

 Aqui, Diógenes Almeida é o preferido de 50,50% dos entrevistados, e em segundo lugar vem o candidato Dilson de Agripino, com 31,25%. A diferença em favor de Almeida é de 19,25 pontos percentuais.

 No estimulado, Magno tem 4% e Disnei, 3,50%. Eles dois mais Dilson juntos perfazem 38,75% - e ficam, em bloco, 11,75 pontos percentuais atrás de Diógenes.

 São, nesta modalidade, 5,25% de eleitores indecisos, 3% dispostos a votar nulo e 2,50% que não souberam ou não quiseram responder.

 A pesquisa está registrada no TRE com o número SE-07164/2020.

Fonte: JLPOLITICA

 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano