A Superintendência do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) em Sergipe informou nesta segunda-feira, 5, que três sergipanos receberam encomendas do exterior com pacotes de sementes desconhecidas e não solicitadas. De acordo com o órgão, dois casos foram registrados em Aracaju e outro no interior.

 O superintendente do Mapa em Sergipe, Haroldo Souza, conta que o primeiro caso aconteceu na última sexta-feira, 2, e a pessoa que recebeu a encomenda entrou em contato com o órgão. “Nós fizemos a coleta das sementes na sexta-feira. Hoje pela manhã já recebemos a ligação de outra pessoa de Aracaju e vamos fazer à coleta à tarde. Também tivemos a informação de um caso no interior. Lá, a Emdagro fará a coleta e vai nos mandar para daqui enviarmos esses pacotes para o laboratório do Mapa”, explica.

 Haroldo faz um alerta à população para os riscos que essas sementes desconhecidas podem trazer para a agricultura e meio ambiente. “O plantio dessas sementes podem introduzir pragas ou doenças que não existem ou estão erradicadas no país, trazendo grandes prejuízos para a agricultura. As sementes não seguem um padrão, elas têm tamanhos e formatos diferentes”, ressalta.

Orientações

 O Mapa orienta a população que tenha cuidado e que não abra esses pacotes, não descarte no lixo e muito menos que plantem essas sementes. O alerta vale para recebimento de sementes que cheguem do exterior de qualquer país e não somente da China.

 Em Sergipe, a pessoa que receber junto com suas encomendas pacotes de sementes, pode ligar para a superintendência do Mapa através do telefone (79) 3205-4900. Em Aracaju, equipes do órgão fazem a coleta na residência da pessoa. “No interior, as pessoas entram em contato com o escritório local da Emdagro, que está orientada a recolher o material e nos enviar. E vale reforçar que as pessoas não devem abrir e nem descartar as sementes”, adverte.

 A orientação também vale para o cidadão que recebeu e plantou as sementes. Neste caso, deve entrar em contato com o Mapa ou o órgão estadual de defesa para agendar o recolhimento do material. Tanto quem recebeu a sementes quanto quem plantou não estará sujeito a penalidades.

 De acordo com o Mapa, não é necessário a identificação no momento da entrega do material, porém, é importante que a pessoa relate se realizou a compra, se recebeu de remetente desconhecido ou se a remessa veio junto com outra compra realizada em site do exterior.

Por Karla Pinheiro



 

 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano