A Federação dos Municípios de Sergipe (Fames) irá hoje se reunir com o presidente do Tribunal de Justiça (TJ) de Sergipe numa tentativa de possível acordo junto com o Judiciário sobre a forma de pagamento dos precatórios. De acordo com a entidade, vários gestores vão enfrentar sérios problemas a partir do dia 30 deste mês, quando as contas serão bloqueadas.

 Ontem, durante primeira assembleia geral de 2021 da Fames, vários gestores abordaram as dificuldades que terão logo no início da gestão nos respectivos municípios sergipanos. Segundo o presidente Christiano Cavalcante, as contas públicas de muitos serão bloqueadas em virtude dos precatórios. “Teremos uma reunião com o presidente do TJ para tratarmos e tentarmos fazer um acordo para que os prefeitos consigam administrar os municípios”, explicou. Para o presidente da Fames, a conversa que será feita com o chefe do Judiciário é com relação à forma de pagamento. “Não estamos discutindo o débito que os municípios possuem, mas a forma de pagamento, que essa seja respeitada”, frisou.

Saúde
 Além dos precatórios, na assembleia da Fames prefeitos e gestores discutiram sobre a vacinação. Na oportunidade, estiveram presentes a secretária de Estado da Saúde, Mércia Feitosa, e o professor e pesquisador da Universidade Federal de Sergipe, Lysandro Borges. “Saímos daqui hoje [ontem] com um plano estratégico de combate a essa segunda onda da Covid e também as dúvidas acerca da vacinação”, apontou.

Agências fechadas
 Segundo Christiano, outro ponto discutido foi com relação ao fechamento de agências do Banco do Brasil nos municípios. “Nós também temos uma reunião marcada com a superintendência do banco para tratarmos desse assunto”, finalizou.

|Por Mayusane Matsunae
|| Foto: Divulgação

 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano