A mulher de Lázaro Barbosa, suspeito de matar quatro pessoas de uma família no Distrito Federal, disse que teme pela notícia de que ele esteja morto e que queria tentar convencê-lo a se entregar. Ela ainda descartou qualquer envolvimento do companheiro com "rituais satânicos", afirmando que ele é muito religioso: "Tinha fé em Deus".

 "Se a gente tivesse a oportunidade de ir com a polícia para o meio do mato para convencê-lo a se entregar. A gente não sabe o que aconteceu na mente e no coração dele. A ficha não caiu", disse a mulher, que preferiu não se identificar, em entrevista ao jornal Correio Braziliense.



 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano