Traficante baiano morre em confronto com a polícia em Simão Dias

 O Traficante baiano Alan Batista de Morais morreu em confronto com a Polícia Civil na tarde desta quarta-feira, 19, em Simão Dias.  O suspeito estava sendo monitorado pelo Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado da Bahia.  A Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil recebeu um comunicado do Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) da Bahia para cumprir o mandado de prisão de um traficante baiano que estava no município sergipano.
 Após uma investigação bastante detalhada, no final da tarde de quarta-feira, 19, Alan Batista de Morais foi localizado pelo Core e, em seguida, os policiais civis foram dar cumprimento ao mandado. Naquele momento, Alan não quis se entregar e atirou contra os policiais, que revidaram a injusta agressão. O suspeito ficou ferido e foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu.
 De acordo com o Draco/BA, Alan Batista de Morais era alvo de uma operação deles no final de novembro, o suspeito era o líder do braço armado do tráfico na Bahia. Alan era considerado perigoso e respondia por alguns homicídios na Bahia, pois assassinava traficantes concorrentes.
Gerb agora é Core
 O Grupo Especial de Repressão e Busca (Gerb) passou a ser a Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core), após a publicação de uma portaria no dia 11 de dezembro deste ano. A mudança faz parte de uma padronização nacional da Polícia Civil.


Fonte: SSP/SE

Nenhum comentário

Football