O deputado estadual Georgeo Passos (Cidadania) protocolou na Alese, um requerimento para ser encaminhado ao governador Belivaldo Chagas (PSD), solicitando informações sobre quais medidas o Governo do Estado pretende adotar para minimizar as perdas no setor produtivo e empresarial de Sergipe, por causa da paralização das atividades em virtude do isolamento social adotado para combater o avanço do Coronavírus em Sergipe. Para Georgeo, o governador precisa pensar em medidas que possam ajudar a manter o setor produtivo e empresarial funcionando quando o período de isolamento acabar.
“Sabemos que é necessário que o isolamento aconteça neste momento, pois precisamos combater o avanço rápido do Coronavírus em Sergipe. Mas o governador precisa pensar e adotar medidas que possam proteger o setor produtivo e empresarial do Estado quando esta quarentena acabar. Além disso, durante esse período que as atividades estão paradas, haverá perdas que devem ser minimizadas pelo Governo. Não podemos correr o risco de termos que encerrar com as atividades deste setor, pois os estragos serão muito prejudiciais à economia do Estado”.
O parlamentar também quer saber o que o Governo vai propor para proteger os pequenos e microempresários de Sergipe, os trabalhadores autônomos e os que garantem seu sustento através do comércio informal. “Quero saber quais medidas econômicas serão adotadas que possam beneficiar os pequenos e microempresários do Estado. Além disso, nós temos também os trabalhadores autônomos e os que vivem na informalidade. Eles serão os mais afetados pelo isolamento e o Governo precisa ajudar de alguma forma neste momento tão delicado”.
Georgeo aproveitou para pedir informações sobre o andamento das ações relacionadas à preparação da saúde. “É preciso saber se o Estado já está providenciando novos leitos de UTI, onde e quando eles estarão disponibilizados para a população que necessite deles. Também é importante sabermos quantos testes o Estado adquiriu e quantos serão repassados aos municípios sergipanos. Com avanço rápido do Coronavírus, precisamos estar preparados para os efeitos na saúde e também na economia de Sergipe”.


Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem