Dos premiados, quatro alunos conquistaram medalha de ouro, sete de prata e nove de bronze. Outros estudantes foram agraciados com menção honrosa

 Sessenta e três alunos da rede estadual de Sergipe se destacaram na Olimpíada Nacional de Ciência (ONC), edição 2020. Dentre as premiações, os jovens foram agraciados com medalhas de ouro, prata e bronze, além de reconhecimento com menção honrosa. Ocorrendo de forma virtual, a olimpíada sedestina aos estudantes matriculados no 8º ou 9º ano do Ensino Fundamental e nas 1ª, 2ª ou 3ª séries do Ensino Médio; e também estudantes da 4ª série do Ensino Técnico, bem como alunos da Educação de Jovens e Adultos. A iniciativa foi desenvolvida em duas fases, cujas provas abordaram assuntos de Astronomia, Biologia, Física, História e Química.

 A ONC tem como objetivos despertar e estimular o interesse pelo estudo das ciências naturais; aproximar as instituições de ensino superior, os institutos de pesquisa e sociedades científicas das instituições do ensino médio e do ensino fundamental; identificar estudantes talentosos e incentivar seu ingresso nas áreas científicas e tecnológicas, nas universidades ou setores produtivos; proporcionar desafios aos estudantes visando o aprimoramento de suas formações; e contribuir para a melhoria da qualidade da educação básica e promover a inclusão social por meio da difusão do conhecimento.

 Dos 63 alunos sergipanos que se destacaram, 20 foram medalhistas. O estudante Rikelmer dos Santos Marciano, do Colégio Estadual Professor Nestor Carvalho Lima, de Ribeirópolis, conquistou ouro na ONC. Participando pela primeira vez da olimpíada, o jovem afirmou que estudou bastante para garantir o reconhecimento. “É uma olimpíada muito difícil porque engloba cinco matérias, foi preciso muita concentração para responderàsquestões. Essa medalha traz um reconhecimento fundamental também para minha escola, fazendo com que ela se destaque nacionalmente e aqui no estado de Sergipe”. Rikelmer coleciona medalhas em outras competições: prata na Olimpíada de Astronomia e bronze na Olimpíada de Química.

 Outro aluno medalhista de ouro foi Ítalo Bruno Carvalho Santos, do Centro de Excelência Dr. Milton Dortas, em Simão Dias. “Me sinto honrado, realizado e feliz com esse resultado. Que venham mais olimpíadas como essa e outras oportunidades”, disse ele, dedicando a vitória a sua escola. Também foram ouro na ONC os estudantes Ana Izabella Martins Sobinho, da Escola Estadual José Inácio de Farias (Monte Alegre de Sergipe) e José Carlos Alves Dantas Melo, do Colégio Estadual Leandro Maciel (Aracaju).

 Destaque com medalha de prata ficaram os alunos Samiry Machado Andrade, do Centro de Excelência Profa. Maria Ivanda (Aracaju); Diogo Dionísio Nascimento Silva, do Colégio Estadual Prof. João Costa (Aracaju); Rayner Kelvin Carvalho Santos e Shauan de Farias Durval, do Colégio Estadual Abelardo Barreto do Rosário (Tobias Barreto); Riclécio Nascimento dos Santos e Teóphilo Augusto Santos Góis, do Centro de Excelência Prof. Hamilton Alves Rocha (São Cristóvão); e Emilly Menezes Araújo, do Centro Estadual de Educação Profissional Profa. Neuzice Barreto (Nossa Senhora do Socorro).

Já os alunos com medalha de bronze são: Vitor Hugo Teles Lourenço, do C.E Eduardo Silveira (Itabaiana); Lucas de Lima Nascimento e Gabriela Marques Barboza, do C.E. Profa. Maria Ivanda (Aracaju); Nallanda Victória dos Santos Martins e Adriel Ribeiro de Santana, do C.E Dr. Antônio Garcia Filho (Umbaúba); Fabiana Barreto de Oliveira, do C.E Abelardo Barreto do Rosário (Tobias Barreto); Jeniffer de Souza Farias, do C.E Prof. Abelardo Romero Dantas (Lagarto); Izabelly Santos Nascimento e Iraneide Santos Nascimento, do CEEP Berila Alves de Almeida (Nossa Senhora das Dores); e Waléria Raquel Conceição Santos, do CEEP Gov. Seixas Dória (Nossa Senhora do Socorro).

 

Assessoria de Comunicação da SEDUC – ASCOM

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano