Com as antenas cada vez mais sobrecarregadas, a telefonia móvel em Sergipe vai de mal a pior. Prova disso são os problemas constantes de queda de ligação, falta de sinal e internet 3G e 4G que não funciona satisfatoriamente. Em Sergipe, a média é de quatro mil linhas telefônicas para cada antena instalada no território estadual. O ideal, segundo a União Internacional de Telecomunicações (UIT), seria mil linhas para cada antena. As operadoras Vivo e Oi são as que mais deixam a desejar em prestação de serviço.

 Sem antenas suficientes para as linhas existentes, outro agravante é a mudança da demanda. Cresceu entre a população o uso do celular para a comunicação por meio da internet. “Celular foi feito pra falar. Hoje, o que menos se faz é falar”.

 “O que está acontecendo é o aumento do tráfego de informação. O pessoal usa o celular para acessar as redes sociais, e-mails, para se conectar à internet. O volume de informação trafegando está sobrecarregando o sistema, que não está acompanhando as mudanças”. 

 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano