Uma confusão envolvendo quatro pessoas em um motel localizado na avenida Mário Jorge, no bairro Coroa do Meio, na noite desse domingo (17), foi parar na Central de Flagrantes. A ocorrência foi atendida pelo Batalhão de Polícia Turística (BPTur).

 Segundo as informações da polícia, uma guarnição foi acionada via Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp), sobre uma ocorrência de ameaça em uma “pousada”. No local, um homem se apresentou aos militares dizendo que solicitou a presença da polícia, por estar sendo vítima de ameaça e extorsão, por parte de três pessoas dentro de um quarto da pousada. 

 A suposta vítima disse aos policiais que foi enganada por um site de relacionamentos. O homem teria contratado os serviços de uma mulher heterossexual e se deparou com uma mulher transexual. Ainda de acordo com o relato, ao perceber o erro, ele cancelou o programa e na sequência foi ameaçado com uma faca e obrigado a efetuar o pagamento bem acima do valor acertado.

 O homem disse ainda que, diante do perigo contra a vida, arrombou a porta do quarto e fugiu para a área externa da pousada, onde aguardou a chegada da polícia.

 Já os travestis, narraram outra versão aos policiais. Segundo o relato, o preço  do programa foi combinado por aplicativo de mensagem, a princípio seria um programa individual com uma mulher trans, mas que ao chegar ao local, o cliente resolveu fazer um programa grupal, solicitando mais duas pessoas. 

 Ainda de acordo com o relato da mulher trans, o cliente não honrou a promessa de valor maior para as outras participantes, ficando irritado e quebrando a porta e saindo do quarto. 

 Com a confusão, todos os envolvidos foram encaminhados à Central de Flagrantes.
 

Edição de texto: Monica Pinto

 

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem
Portal Sergipano